quinta-feira, maio 01, 2008

Gatês e Português

Tenho andado a observar os mails dos donos.
Utilizo para isso um software ultra-moderno: os meus olhos!

Ultimamente tenho observado algumas petições a chegar, para dizer não ao Acordo Ortográfico da língua Portuguesa.

Pois bem. Isto já aconteceu com os gatos no passado.
Por isso posso dar uma opinião de quem já passou por uma situação semelhante.
Felizmente, nós os gatos, passámos todos a falar gatês, e hoje entendemo-nos todos muito bem.

Na minha opinião, o não ao acordo parece que é uma questão de fundamentalismo linguístico, em que os portugueses acham que a língua oficial de Portugal é... deles!
Como se o inglês fosse dos ingleses.
Como se um país pagasse para ter uma língua oficial criada algures no passado por um outro povo.
As línguas não têm direitos de autor!!

Se os portugueses quiserem, podem adicionar ainda esta semana mais uma língua oficial, o chinês mandarim... e não pagavam mais por isso! É grátis.
Além disso não teriam de pedir autorização a ninguém.

O futuro da língua que se fala em Portugal dependerá do acordo entre os países que têm o português como 1ª língua oficial.
E se compararmos o nº de habitantes de alguns dos países, dá para ver quem tem mais voto na matéria:
Portugal (10M de habitantes), Brasil (170M), Angola (13M), Moçambique (18M).
Se cada país se virar só para os seus botões não se chega a lado nenhum.
Vejam o caso do inglês... igual em todo o lado... or not?

E se o acordo não for para a frente, acho sinceramente que os donos devem voltar a escrever Farmácia com PH. Afinal faz parte das suas origens.
E já agora que voltem ao escudo... ou melhor, aos reis.

Não há uma petição para quem concorde com o acordo?
Assim podia enviar anonimamente para os meus donos!

E já agora, não preferem começar a falar gatês?
Assim passava a entender-me livremente com os donos.
E a poder pedir-lhes fiambre a toda a hora...
Isso era bom.

Ah pois é!

4 Comments:

Blogger sara cacao disse...

Os puristas são sempre "perigosos", a língua não é morta, otherwise, ainda estávamos todos a falar latim!

O importante é que as pessoas se entendam umas às outras, que haja comunicação, mesmo que numa mesma língua haja variações.

As línguas são canais vivos!

Estou contigo, Tiquinho!

quinta-feira, 01 maio, 2008  
Blogger Gatinhos de toda parte disse...

Aqui no Brasil não se fala tanto no acordo.

Talvez seja porque num país tão grande como o nosso, o português falado no norte é diferente do português falado no sul :-)

quarta-feira, 14 maio, 2008  
Blogger Tico Maluco disse...

Sarita, concordo contigo!
O importante é mesmo saber conviver.

Mesmo falando com sotaques diferentes ou entre diferentes línguas!

Assim como aqui os amigos do Brasil!

quarta-feira, 14 maio, 2008  
Anonymous Duct Cleaning disse...

Hi my loved one! I wish to say that this post is awesome, nice written and include approximately all significant infos. I’d like to look extra posts like this.

- Duct Cleaning Edmonton | Duct Cleaning | Furnace Cleaning

quarta-feira, 11 setembro, 2013  

Enviar um comentário

<< Home